Drogas e seus efeitos
Drogas que aumentam a atividade mental
Substância Possíveis Efeitos Possíveis Conseqüências
Tabaco
(Nicotina)
- Estimulante e sensação de prazer. - Reduz o apetite, podendo levar a estados crônicos de anemia.
- O uso prolongado causa problemas circulatórios, cardíacos e pulmonares.
- Aumenta o risco de aborto e de parto prematuro. Mulheres que fumam durante a gravidez têm, em geral, filhos com peso abaixo do normal.
Cacaína - Sensação de poder, excitação e euforia.
- Estimulam a atividade física e mental, causando inibição do sono e diminuição do consaço e da fome.
- O usuário vê o mundo mais brilhante, com mais intensidade.
- Taquicardia, febre, pupilas dilatadas, suor excessivo e aumento da pressão sangüínea.
- Insônia, ansiedade, paranóia, sensação de medo e pânico.
- Irritabilidade e liberação da agressividade.
- Complicações cardíacas, circulatórias e cerebrais (derrame cerebral e infarto do miocárdio).
- O uso prolongado pode levar à destruição do tecido cerebral.
Drogas que produzem pertubações na atividade mental
Substância Possíveis Efeitos Possíveis Conseqüências
Maconha
(Tetraidrocanabinol)
- Excitação seguida de relaxamento.
- Euforia.
- Problemas com o tempo e espaço.
- Falar em demasia e fome intensa.
- Palidez; taquicardia.
- Pupilas dilatadas, boca seca e olhos avermelhados.
- Prejuízo da atenção e da memória para fatos recentes.
- Algumas pessoas podem apresentar alucinações, sobretudo visuais.
-Diminuição dos reflexos, aumentando o risco de acidentes.
- Em altas doses: Ansiedade intensa; pânico; quadros psicológicos graves (paranóia).
- O uso contínuo prolongado: Sindrôme amotivacional (desânimo generalizado).
Drogas que diminuem a atividade mental
Substância Possíveis Efeitos Possíveis Conseqüências
Solventes ou Inalantes - Euforia, sonolência, diminuição da fome, alucinações.
- Tosse, coriza, náuseas e vômitos, dores musculares.
- Visão dupla, fala enrolada, movimento desordenados e confusão mental.
- Em altas doses: Queda da pressão arterial; diminuição da respiração e dos batimentos do coração, podendo levar à morte.
- O uso continuado: Problemas nos rins e destruição dos neurônios (células do sistema nervoso), podendo levar à atrofia cerebral.
- O uso prolongado: Frequentemente associado a tentativas de suicídio.
Álcool Etílico - Em pequenas doses: Desinibição, euforia e perda da capacidade crítica.
- Em doses maiores: Sensação de anestesia, sonolência e sedação.
- O uso excessivo: Náuseas, vômitos, tremores, suor abundante, dor de cabeça, tontura, liberação da agressividade, diminuição da atenção, da capacidade de concentração, bem como dos reflexos, o que aumenta o risco de acidentes.
- O uso prolongado: Doenças graves como, por exemplo, cirrose no fígado e atrofia (diminuição) cerebral.
Ansiolíticos ou Tranqüilizantes - Alívio da tensão e da ansiedade.
- Relaxamento muscular.
- Sonolência.
- Fala pastosa.
- Movimentos descoordenados.
- Falta de ar.
- Em altas doses pode causar queda da pressão arterial.
- Quando usado com álcool, aumentam os seus efeitos, podendo levar a estado de coma.
- Em grávidas podem causar má-formação fetal.

 
Voltar

Prefeitura Municipal de Paulínia - Secretaria de Saúde - CRDQ